SINDIFISCAL, Sefaz e Polícia Militar avançam em tratativa sobre policiamento nos postos fiscais

14/03/2022 14/03/2022 19:40 516 visualizações

Semana produtiva para a Diretoria do SINDIFISCAL: na tarde da última terça-feira, 08, a Diretoria do Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado do Tocantins (SINDIFISCAL) foi recebida pelo Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Tocantins (PMTO), Coronel Júlio Manoel da Silva Neto, para continuar as tratativas que visam resolver o impasse da falta de policiamento nos Postos Fiscais do Tocantins.

Participaram da reunião o Secretário da Fazenda Júlio Edstron Secundino, o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Tocantins (PMTO), Coronel Júlio Manoel da Silva Neto, o Presidente do Sindifiscal, Rogério Jatobá e o Vice-Presidente do Sindifiscal Saulo Barreira Silva.

A partir do que foi deliberado na reunião, o próximo passo será um estudo do Quadro de Reserva da Polícia Militar, compromisso assumido pelo Comando Geral da PM.  Ficará a cargo do Sindifiscal levar para a Sefaz o levantamento do quantitativo necessário de policiais para cada Posto Fiscal.

O Sindifiscal encampava tratativas individuais com o Comandante Geral da PMTO, Júlio Manoel, e o Secretário da SEFAZ-TO, Júlio Edstron. Nesta terça,8, todas as partes envolvidas se reuniram para ajustar a celebração do convênio entre Secretaria da Fazenda e Polícia Militar do Tocantins.

A Lei LEI Nº 3.721, DE 8 DE DEZEMBRO DE 2020, dispõe sobre a admissão especial de militares da reserva remunerada da Polícia Militar do Estado do Tocantins – PMTO e do Corpo de Bombeiros Militar – CBMTO, e adota outras providências. A Diretoria do Sindifiscal será incansável no cumprimento do direito a segurança do auditor durante o exercício de seu trabalho e manterá a categoria informada.