Nota de pesar, indignação e repúdio

29/08/2022 29/08/2022 19:33 274 visualizações

Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Tocantins  (SINDIFISCAL/TO) lamenta profundamente o falecimento do auditor fiscal João Assis Pinto Neto, da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL). O servidor faleceu cumprindo o seu trabalho ao fiscalizar legalmente um estabelecimento comercial. Por isto, este também é um motivo de indignação pelo crime cometido.

 

Segundo as informações divulgadas, o auditor fiscal foi assassinado durante uma fiscalização realizada na última sexta-feira (26/8), após um desentendimento com os donos de um estabelecimento no bairro do Tabuleiro do Martins, na cidade de Maceió.

 

O corpo do auditor João Assis foi encontrado em um canavial, e chama atenção das autoridades de segurança pública as circunstâncias do crime, uma vez que há registro de sinais de forte violência, o que demonstra a barbaridade que envolve o assassinato.

 

O SINDIFISCAL repudia veementemente o crime cometido contra o auditor fiscal, que tão somente cumpria seu dever profissional, enquanto servidor público. Ao mesmo tempo, espera que as autoridades competentes elucidem o crime com a maior brevidade possível, punindo exemplarmente os envolvidos.



Que Deus conforte a família do colega, João Assis!