SINDIFISCAL comparece a Receita Federal para buscar esclarecimentos sobre IRPF dos auditores

19/05/2023 19/05/2023 23:41 755 visualizações

Nesta sexta-feira (19), o presidente do SINDIFISCAL, Rogério Jatobá, acompanhado do vice-presidente, Saulo Barreira, o diretor de assuntos técnicos, Jorge Mário, e o ex-presidente, José Ronaldo, estiveram na Receita Federal para buscar esclarecimentos da situação envolvendo o imposto de renda (IRPF) dos auditores que caíram na malha fiscal.

 

Na ocasião, o Delegado da Receita Federal, Ricardo Magalhães, e a Auditora Fiscal da Receita Federal, Maria Teresa, esclareceram que a causa de tantos auditores terem caído na malha fiscal, é que a Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (DMED) entregue pelo SERVIR apresentou inconsistência tanto no código da atividade quanto o uso do CNPJ da Secretaria da Administração, da qual o CNAE não corresponde a operadora plano de saúde, e portanto, acarreta na não conciliação no cruzamento de dados da malha fina por parte da receita em relação aos beneficiários do plano de saúde estadual.

 

Os representantes federais informaram que a situação foi encaminhado à superiores hierárquicos para análise, justificando que ao menos no exercícios de 2023 seja liberado devido ao curto prazo. Eles salientaram ainda, que haverá uma atualização do sistema por parte da Receita Federal na semana que vem, e caso as explicações repassadas por eles forem aceitas pela malha fiscal em Brasília o problema será resolvido.

 

No entanto, afirmaram que não podem garantir concretamente quanto a aceitação ou não de suas explicações e aguardam respostas.