Categoria aprova orçamento para 2024 em Assembleia Geral Ordinária

05/01/2024 05/01/2024 18:43 548 visualizações

Nesta sexta-feira (5), o Sindifiscal realizou Assembléia Geral Ordinária (AGO) para discutir e aprovar o orçamento relativo ao ano de 2024.

 

Realizados os debates, a categoria que participou de maneira presencial e remota, foi unânime na aprovação da proposta orçamentária detalhada pela Diretoria.

 

Foi aprovado, entre os itens deliberados, a atualização dos valores da ajuda de custo para os Conselheiros Fiscais, quando houver encontros presenciais.

 

“A diretoria está muito satisfeita com a confiança depositada pelos filiados. Foi aprovado a substituição da caminhonete por um novo veículo e a tão esperada festa do Dia do Auditor em comemoração à vitória pela queda da ADI. Também concordamos pela redução de despesas”, avaliou o diretor administrativo financeiro, Saulo Barreira. 

 

Após a deliberação do orçamento, a categoria também debateu a inadimplência de filiados sobre os serviços dos assessores jurídicos na defesa na ADI.

 

De acordo com a sugestão do auditor Aristóteles Fonseca, a categoria aprovo que as cobranças aos inadimplentes seja feita primeiramente via e-mail, logo em seguida, cobrança extrajudicial e logo após, não surtindo efeito, a cobrança judicial, propriamente dita.

O presidente, Rogério Jatobá, ainda avaliou: “Essa assembleia devia ter sido realizada em dezembro, mas foi adiada por conta do envolvimento da diretoria em mobilizações sobre a  Reforma da Previdência e a desvinculação do teto salarial do salário do governador para o teto do desembargador. ”

 

E completou: “E por último, no dia 15 de dezembro, na luta conjunta com a FENAFISCO, pelas emendas favoráveis a carreira fiscal que estava, naquele momento, sendo defendida na Reforma Tributária, e que resultou na aprovação do teto salarial para as administrações tributárias em todos os níveis no teto do Supremo do Ministro do Supremo a partir de janeiro de 2027 ”.