Fisco Estadual desbanca esquema de sonegação em Gurupi

24/02/2024 24/02/2024 15:45 408 visualizações

Na última sexta-feira, dia 16, mais uma operação conjunta entre a Secretaria da Fazenda e a Polícia Civil do Tocantins resultou na apreensão de uma carga de bebidas desprovida de documentos fiscais em Gurupi. Auditores fiscais e policiais civis da Divisão Especializada de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DRCOT) flagraram o descarregamento irregular de uma carreta de bebidas em uma empresa atacadista local.

 

As investigações tiveram início em janeiro, após a identificação de outras três cargas nas mesmas condições de sonegação, pelas equipes de auditores fiscais de Palmas. Essas cargas, somando mais de 5.000 caixas de bebidas, foram apreendidas, assim como um depósito clandestino na capital tocantinense, todos pertencentes ao mesmo grupo comercial.

 

De acordo com as investigações, a atacadista montou um esquema de sonegação enviando mercadorias para uma empresa de fachada no Estado do Pará. Essas operações fictícias, ao passarem por Gurupi, desviavam da rota original registrada nas notas fiscais falsas e descarregavam a mercadoria irregularmente. O local permanecia com os portões fechados para evitar detecção pelo fisco estadual.

 

Uma estrutura significativa, incluindo câmeras de observação, cerca de uma dezena de funcionários e empilhadeira, era utilizada para descarregar as 35 toneladas de bebidas avaliadas em cerca de R$ 200.000,00. Após o descarregamento, as mercadorias seriam redistribuídas no comércio varejista sem o devido pagamento de impostos.

 

A operação envolveu uma equipe de auditores fiscais de Palmas, em colaboração com a DRCOT/Polícia Civil, com apoio do Fisco Estadual de Goiás, Fisco Estadual do Pará, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar.